fbpx

Dom José Lanza Neto

Bispo Diocesano

José Lanza Neto nasceu no dia 31 de dezembro de 1952, em Pirangi (SP). Filho do casal Osvaldo Lanza e Palmira Bobato Lanza, tem quatro irmãos: Genésio, Ivone, Alice e Ângelo. Fez seus estudos colegiais em Jaboticabal (SP).

 

Sacerdócio e Episcopado

Cursou Filosofia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras das Faculdades Associadas do Ipiranga (SP) e Teologia na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, também em São Paulo.  

 

No dia 2 de agosto de 1980, foi ordenado diácono em sua cidade natal.

 

No dia 31 de outubro de 1980, foi ordenado presbítero, também em Pirangi (SP).

 

Foi vigário paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus, em Monte Alto (1980-1983); reitor do Seminário Maior Nossa Senhora do Carmo da Diocese de Jaboticabal, em Jaboticabal, e coordenador diocesano da Pastoral da Juventude (1983-1985); pároco da Paróquia São Benedito, em Jaboticabal (1985-1992); vigário paroquial da Paróquia São Sebastião, em Taquaritinga (1992-1995); membro da equipe de formadores da Diocese de Jaboticabal (1995-2002); pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus, em Monte Alto (1995-2004).

 

No dia 23 de junho de 2004, foi nomeado bispo titular de Mades e bispo auxiliar de Londrina (PR). No dia 19 de setembro de 2004, a Diocese de Jaboticabal (SP) festejou a ordenação episcopal do então monsenhor José Lanza Neto, nomeado pelo papa João Paulo II. A cerimônia foi realizada no Ginásio de Esporte de Jaboticabal, com a presença de grande número de fiéis que foram saudar o novo bispo.

 

Londrina também marcou presença com representantes do clero, religiosos e leigos que lá estiveram manifestando, juntamente com Dom Albano Cavallin, a alegria de receber o tão esperado bispo auxiliar. A solene Celebração Eucarística de ordenação foi presidida por Dom Antônio Fernando Brochini, CSS, bispo diocesano de Jaboticabal, acompanhado pelo bispo emérito daquela cidade, Dom Luiz Eugênio Perez, e por Dom Albano Bortoletto Cavallin.

 

Dirigindo-se aos presentes, Dom Lanza agradeceu a confiança nele depositada pelo papa João Paulo II. Também agradeceu a seus pais pela formação religiosa recebida, a qual fortaleceu nele a vocação pelo sacerdócio. Dom Lanza disse que aquele momento era muito especial em sua vida, pois marcava o início de uma nova missão que lhe possibilitava a plenitude no ministério sacerdotal.

 

Em sua missão de bispo auxiliar, tanto de Dom Albano como de Dom Orlando, Dom José Lanza colaborou pastoralmente de vários modos. Sua responsabilidade foi, principalmente, acompanhar a formação no seminário e cuidar da espiritualidade dos funcionários do centro de pastoral. Também prestou sua ajuda na coordenação de pastoral, nas reuniões dos decanatos e nas visitas pastorais. Colaborou na elaboração das novas diretrizes da Renovação Carismática Católica e esteve à frente da pastoral da juventude.

 

Bispo de Guaxupé

No dia 13 de junho de 2007, sua santidade, o papa Bento XVI, o nomeou bispo diocesano de Guaxupé. Em estado de vacância por nove meses, a diocese mostrava-se ansiosa pela vinda do novo bispo. O anúncio festivo foi feito pelo administrador diocesano, padre José Augusto da Silva, na manhã do dia 13 de junho, em Celebração Eucarística, na Catedral Diocesana. A nomeação de Dom José Lanza foi motivo de festa para os católicos.

 

Numa bonita manhã, domingo, dia 22 de julho, na solene Celebração Eucarística às 10 horas, na Catedral Diocesana Nossa Senhora das Dores, Dom Lanza tomou posse como bispo diocesano de Guaxupé. Diversos bispos e arcebispos, padres, religiosos, seminaristas e leigos marcaram presença. Logo no início da celebração, padre Antonio Carlos Maia, chanceler do bispado, proferiu a leitura do Decreto de nomeação de sua excelência como bispo diocesano de Guaxupé. Em seguida, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho, O.Praem, arcebispo metropolitano de Pouso Alegre (MG), passou o báculo pastoral a Dom Lanza, acolhido fraternalmente por padres representantes dos presbíteros da diocese e por leigos do Conselho Diocesano de Pastoral.

 

Em um artigo, padre Robison Inácio de Souza afirma que “Dom José Lanza – a exemplo do Santo de seu onomástico, São José – é um homem simples, humilde, acessível e de fé profunda. Somos muito agradecidos a Deus que nos providenciou um pastor ‘segundo o Seu próprio coração’ (Jr 3,15). Desejamos ao nosso bispo diocesano vida longa e fecundo ministério episcopal! Que sua presença e seu trabalho pastoral entre nós confirmem a nossa fé, nos leve a amar ainda mais a Igreja e nos aponte o reto caminho para o céu. Dom José Lanza Neto, ad multos annos!”.

Ordenação Diaconal: 2 de agosto de 1980

Ordenação Presbiteral:31 de outubro de 1980

Ordenação Espiscopal: 19 de setembro de 2004

PERMANECEI NO AMOR



Dom Lanza

Últimas Notícias