fbpx

Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição
Comunidade Nossa Senhora da Penha
Passos - MG

Endereço:

 

Rua Boa Vista, 84 – Bairro Santa Casa

Fone: (35) 3526-7124 (Casa) e 3529-1380 (Santa Casa)

CEP 37904-018 – Passos-MG

 

Breve histórico:

 

O Carisma das Irmãzinhas da Imaculada Conceição: sensibilidade para perceber os clamores da realidade e disponibilidade para servir aos mais necessitados e aos que estão em situação de maior injustiça. As Irmãzinhas chegaram a Passos em 1917 com o objetivo de assumir a direção da Santa Casa de Misericórdia. Com a saída das Irmãs da Providência de Gap da direção da Santa Casa de Misericórdia, padre Eduardo Batista partiu para o Rio de Janeiro, levando recomendação do Senhor bispo Diocesano. No Rio, apesar da melhor recomendação do Senhor Cardeal Arco Verde, nada conseguiu. Com a mesma recomendação, partiu para São Paulo e conseguiu a congregação. Uma comissão foi receber as Irmãzinhas na cidade vizinha de Pratápolis e de lá viajaram até Passos e foram recebidas com grandes manifestações de alegria. No dia seguinte, assumiram toda administração da Santa Casa, as Irmãs: Hilária de São Luiz, Hermínia do Santíssimo Sacramento, Afonsa de São João Evangelista, Antonieta do Menino Jesus, Emerência do Espírito Santo e a postulante Maria José Farias. Hoje, a Comunidade Nossa Senhora da Penha é responsável pelo Departamento Religioso da Santa Casa.

Após alguns anos, as Irmãzinhas assumiram trabalhos pastorais na Paróquia São Benedito na catequese e nas pastorais sociais. Novamente de Passos, no 24 de abril de 1921, escreve a mesma Irmã Teresa: “chegamos a Passos graças a Deus, com feliz viagem divertimo-nos muito, porque o tempo era bom e o automóvel de primeira. Quando chegamos a uma igrejinha chamada da Penha talvez uns 2 km da cidade, encontramos com dois automóveis nos quais estavam nossas Irmãs e alguns senhores que vieram nos encontrar; depois, no ingresso à Santa Casa encontramos a diretoria as filhas de Maria as meninas do externato, e um bom número de pessoas a nossa espera e a banda musical nos receberam como se recebesse o bispo. O senhor Capelão da Santa Casa fez um belíssimo discurso louvando o nosso padre Rossi e nossa veneranda Fundadora e as Irmãzinhas. Terminado este discurso nosso padre tomou a palavra, e agradeceu ao capelão, a diretoria, e ao povo de Passos e assim terminou por enquanto”.

Por Irmã Tereza

 

Últimas Notícias